segunda-feira, 27 de abril de 2009

USO DE CREME DENTAL AJUDA A PREVENIR PNEUMONIA E OUTROS MALES

ESCOVAR OS DENTES DE CÃES E GATOS EVITA DOENÇAS, INCOVENIENTES E GASTOS FUTUROS COM TRATAMENTOS ODONTOLÓGICOS


85% dos animais domésticos têm problemas dentários, o que pode ser prevenido com produtos como o Dental Guard, o creme dental da Pet Society, que foi especialmente desenvolvido para pets

Cuidar dos dentes de cães e gatos está longe de ser uma preocupaçãoexagerada por parte dos donos dos animais. Isso é, na verdade, uma atitude de carinho e, mais do que isso, é um gesto de preocupação com a saúde geral dos pets.
Segundo estudo realizado pelo Centro de Odontologia Veterinária Odontocão de Curitiba, em 2006, cerca de 85% dos cães e gatos que vivem em ambientes domésticos e possuem mais de três anos de idade apresentam problemas na boca devido à falta de escovação dentária.
Assim como nós, os animais também precisam escovar os dentes regularmente para manter a saúde da boca. Tártaro, placa bacteriana e gengivite são problemas que incomodam tanto os bichanos quanto seus donos, pois provocam mau hálito e podem evoluir para situações mais sérias, provocando dores, grande desconforto e até mesmo a perda do dente. Inflamações nas gengivas, por exemplo, podem evoluir para quadros mais complexos, se espalhando para órgãos como coração, pulmão, fígado e rins. Por isso, é muito importante não descuidar da saúde bucal do animal.
Desenvolvido com o exclusivo MG Complex, complexo de ingredientes naturais com ação antiinflamatória e anisséptica suave, o Dental Guard, da Pet Society, é a solução ideal na prevenção das doenças periodontais em cães e gatos. Segundo a veterinária da Pet Society, Cleiser Kurashima, o acúmulo da placa bacteriana, além de deixar o animal com um hálito ruim e os dentes esteticamente feios (amarelados e escurecidos) pode, quando não tratado, resultar em outros problemas de saúde mais sérios, como endocardites, nefrites intersticiais, glomerulonefrites e pneumonias .
Diferentemente de tudo que há no mercado em relação à limpeza bucal, o Dental Guard também auxilia no clareamento dos dentes.
Para facilitar a aceitação do produto pelos pets, o Dental Guard é extremamente palatável, com sabor tutti-frutti, proporcionando um agradável hálito aos pets. O creme também não contém flúor, podendo ser ingerido sem causar danos ao sistema digestivo do animal, e é fácil de aplicar, por possuir boa aderência na gengiva e dentes.
Para Cleiser Kurashima, este produto deve ser utilizado no animal desde filhote como forma de condicioná-lo ao procedimento, tornando-o o mais prazeroso. Além disso, a escovação deve ser realizada pelo menos de 2 a 3 vezes por semana, proporcionando, assim, saúde bucal em todas as fases da vida e evitando várias doenças decorrentes do acúmulo de placa bacteriana. “Com dentes bonitos e sadios, o animal se alimenta e se desenvolve melhor. Sem mencionar que ele ainda recebe mais carinho e beijos do seu dono, o que aumenta a auto-estima do animal. Portanto, cuidar da saúde bucal é uma demonstração de amor, preocupação, cuidado e carinho ao pet.”
O Dental Guard está disponível no mercado em embalagens de 85g e tem preço sugerido de R$ 17,20.

Um Pastor Alemão, um policial e um Kong!



- Um cachorro entediado. Uma grande idéia. Um grande produto!A história da criação do Kong é muito legal e muita gente deve se identificar com seus protagonistas. Um cão policial aposentado, da raça Pastor Alemão, chamado Fritz tinha o péssimo hábito de roer pedras. Isso estava acabando com seus dentes e nada além de pedras pareciam lhe interessar. Um belo dia seu dono, Joe Markham estava concertando o carro e ficou desolado de ver Friz catando pedras para roer, mais uma vez. Na tentativa de fazer Fritz parar com o comportamento inadequado Joe começou a jogar peças do carro que estavam desmontadas. Jogou uma mangueira de radiador, jogou um monte de outras coisas, sem nenhum sucesso, mas, ao jogar uma borracha da suspensão da Kombi, Fritz finalmente achou o que procurava para manter a boca ocupada. Depois de alguns aperfeiçoamentos aqui e ali o Kong como é conhecido hoje nasceu em 1976.

- Sabe por que o Kong é tão especial?- Matéria prima segura e de boa qualidade: Diferente da maioria dos brinquedos que são feitos de látex e que se rasgam facilmente, ou de produtos reutilizados, o Kong é feito com as melhores matérias primas. A linha de borracha é atóxica e muito resistente. Os produtos da linha Air Kong são feitos com o mesmo material das bolas de tênis profissionais e os Bichos de Pelúcia não possuem nenhuma peça plástica, fora o apito, que pode se soltar e ser engolida pelo peludo.

- Desenvolvido a partir das necessidades dos cães: Os produtos da Kong são próprios para os cães e mesmo tendo um alto grau de resistência a perfurações e rasgos, são gentis, não machucam os dentes, nem a gengiva dos cães.- Diferenciação no material para atender cada faixa etária: Os produtos de borracha possuem densidades diferentes e específicas para as necessidades dos filhotes, cães adultos, peludos com mandíbulas fortes que precisam de uma borracha ultra resistente, e até para os velhinhos.

- Tamanhos especiais para cada tipo de peludo: Os tamanhos também são adequados para tos os tipos de peludos. Filhotes, pequenos, médios, grandes e super cachorrões.- Desenhos especiais para trabalhar com os instintos naturais: Eles pulam, quicam, escondem gostosuras, tem texturas diferentes, pelinhos, costura reforçada, apitam, não possuem peças montadas e coladas que se soltam facilmente.

- Auxilia no controle de problemas comportamentais: Ajudam a controlar ansiedade de separação, destrutividade, solidão, falta de exercícios, lambeduras compulsivas, entre outros.
Para tornar a vida do seu peludo ainda mais interessante evite que ele fique com o Kong sempre disponível. Use o Kong de forma que este seja um brinquedo especial, para momentos especiais.

Brinque de esconde-esconde. Escolha um dos modelos que podem ser recheados e coloque algo bem gostoso. Mostre para o peludo e deixe-o cheirar a promessa de gostosuras. Esconda o brinquedo em um lugar que ele consiga achar sem precisar latir ou subir em um móvel para alcançá-lo. Solte o peludo e incentive-o a achar o brinquedo. No final do exercício seu cão terá uma grande recompensa. Se exercitar usando o faro para encontrar coisas, caçar a própria comida, e interagir com um membro da matilha (você) é tudo que um cão precisa nesta vida.

- ALGUMAS DICAS:
COMO RECHEAR UM KONG:
RECEITAS PARA RECHEAR OS KONGS:1- RECHEIO DE BANANA: - 1 banana- 2 colheres de sopa de germen de trigo- 1 colher de sopa de yogurte natural- 1 Brinquedo Kong com buraco para recheioamasse a banana e misture o trigo e o yogurte até ficar uma massa firme. Com uma colher encha o buraco do Kong e leve ao congelador por 4 horas.Esta receita enche um Kong Médio. Para tamanhos maiores dobre as quantidades.

2- PASTA DE ATUM:- 1/2 lata de atum ralado na água mineral (light)- miolo de pão- 1 Brinquedo Kong com buraco para recheio misture tudo e recheie o Kong. Sirva logo ao seu cachorro.

3- SALADA DE FRUTAS:- pedaços de maçã e cenoura- 1/4 de uma banana- 1 Brinquedo Kong com buraco para recheio coloque as maçãs e cenouras dentro do Kong. Amasse a banana por cima dos pedaços de fruta para mante-las presas no buraco do brinquedo. Você pode usar outras frutas e vegetais, como: pedaços de pessego, ameixa, brocolis americano, couve-flor ou tomate.

4- PICOLÉ DE BIFINHOS:- pasta de amendoin (Amendocrem)- petiscos bifinhos- um pouco de água ou resto de sopa/caldo de carne.- 1 Brinquedo Kong com buraco para recheio corte duas tiras de Petiscos Bifinhos em pequenos pedaços e misture com a pasta de amendoin. Recheie o brinquedo e leve ao congelador por 4 horas.

COMO LIMPAR OS KONGS: Higiene é importante e os brinquedos Kong são fáceis de limpar.Os brinquedos de borracha podem ir na máquina de lavar-louças ou lavar na pia, com água quente e uma escovinha. Os de pelúcia podem ir na máquina de lavar roupas (suave), os air Kong podem ser lavados e escovados na água corrente.
POR QUE COMPRAR NA BITCÃO?
Além das novidades exclusivas e produtos de altíssima qualidade, só na BitCão você encontra textos completos explicando como cada produto funciona e tudo o que você precisa saber para ajudar o seu peludo a se comportar como um lord ou uma lady.
O atendimento da BitCão é ágil e personalizado e temos sempre um especialista pronto para tirar suas dúvidas e descobrir qual é o melhor produto para você, sua família, seu peludo, e seu lar. Você pode entrar em contato conosco por telefone, e-mail, ou pelo skype. Nada mais simples e eficiente!
Além do atendimento diferenciado, na BitCão você tem produtos que não vai encontrar em nenhuma outra Pet Shop do Brasil. É que nós importamos produtos especiais que fazem toda a diferença.
Também temos linhas exclusivas e participamos do desenvolvimento de outros produtos direto com os fabricantes. Selecionamos o que há de melhor para o seu peludo, seja importado ou nacional, e testamos cada item para saber como ele funciona e qual o grau de confiabilidade antes de disponibilizá-lo para você. http://www.bitcao.com.br/
*
*
*
*
Mural:

Educação a Distância

Educação a Distância

10 PEDIDOS DE UM CÃO









KIT PASSEIO 100% ECOLÓGICO

Animais de estimação são considerados membros da família. Estudos comprovam que animais ajudam na comunicação entre membros da mesma família, auxiliam na recuperação de crianças e adultos doentes e promovem clima de bem estar e alegria por onde passam.
A Dog’s Care é uma empresa nacional que cria e fabrica produtos para facilitar o convívio entre os donos e seus animais de estimação. A empresa é a única no Brasil do setor pet que fabrica produtos que respeitam o meio ambiente.

O Kit Passeio Dog Walk Dog Walk foi desenvolvido para facilitar os passeios diários e momentos de lazer com o melhor amigo e incentivar a posse responsável. Composto por 1 coleira ajustável com bandana, 1 guia com exclusiva passagem para o cinto de segurança para facilitar o passeio de carro, 1 fralda passeio (calcinha de pano para as fêmeas e faixinha para os machos), 1 fralda descartável exclusiva para xixi, 1 porta biobag (saquinhos higiênicos para recolher as fezes durante o passeio) e 1 bebedouro dobrável para facilitar na hora de matar a sede. O kit é perfeito para se levar em qualquer lugar, seja em passeios diários, shoppings, restaurantes, viagens, etc. Alem disso, todos os produtos são ecologicamente corretos, produzidos com plástico 100% biodegradável e tecido 100% algodão.

Sobre a empresa
A Dog’s Care nasceu há 3 anos. É uma empresa jovem e inovadora, que tem como principal objetivo facilitar a vida de quem possui animais de estimação e não abre mão de sua companhia. Só fabrica produtos ecologicamente corretos e estimula a posse responsável. A empresa conquistou 3 importantes prêmios nos últimos dois anos: Troféu Top Empreendedor 2008, Prêmio Brasileiro de Qualidade 2008 e o Prêmio Quality 2009. Todos eles ratificam a preocupação que a empresa tem com a qualidade dos produtos e, principalmente, com seu desenvolvimento sustentável.

Saiba mais através do site http://www.dogscare.net/
 

Casal transforma amor aos animais em parceria de sucesso

Carolina Vaz e Marcelo Augusto são um casal diferente. Jovens demais, apaixonados por animais e pela natureza, empreendedores e porque não dizer um tanto inquietos e criativos.

A Marca Dog’s Care quem completou 4 anos de existência, idealizada pelo casal vai de vento em popa. Criada em 2005, a marca nasceu a partir de uma necessidade pessoal do casal que sempre tiverem cachorros em casa.

Há 5 anos, Vaz e Augusto se casaram e mudaram-se para um apartamento. Dois meses depois de casados, Marcelo deu de presente à Carolina uma linda filhote da raça lhasa apso, Jully, que virou a mascotinha do casal. Carregavam a pequena para todos os lugares, e começaram a passar por experiências ruins e incovenientes, ocasionadas pelo xixi fora de hora em seus passeios e viagens. Ela advogada e ele arquiteto, trabalhavam o dia todo e deixavam Jully por muito tempo sozinha no apartamento devido ao trabalho , e quando chegavam em casa o cenário era desesperador. Jornais espalhados pela casa, xixi no tapete e quando ela entrou no primeiro período de cio tudo virou um caos.Com todos estes problemas, Vaz começou a buscar uma solução em pets shops, supermercados, mas nada encontrou. Foi então que junto com seu marido Marcelo teve a idéia de comprar fraldas de bebê e adaptá-las à sua cachorrinha. "O processo era bem complicado, pois eu tinha que fazer o furo com a tesoura e isto era meio trabalhoso, sem contar a dificuldade de acertar o lugar certo do furo, mas me garantia uma certa tranquilidade", comenta Vaz.Um certo dia, enquanto conversavam sobre o tão problemático assunto, tiveram a idéia de fabricar fraldas para cães e resolver todos os incovenientes causados pelo jornal dentro de casa, patinhas sujas de xixi pelo tapete, xixi fora de hora em passeios e viagens e também pensando na saúde e bem estar dos animais, destiná-las a cães com incontinência urinária, períodos de cio, pós operatório ou cães que sofram qualquer deficiência física.

A partir daí o primeiro passo foi estudar e analisar minuciosamente o mercado, todas as etapas para a abertura da empresa, criar a marca, desenvolver embalagens, para logo em seguida alugar um espaço e comprar as máquinas necessárias para a fabricação das fraldas que, inicialmente, eram confeccionadas só para fêmeas. “Lembro que investimos todo nosso capital que economizamos durante anos para abrir nossa empresa. Sentia uma mistura de medo e emoção ao mesmo tempo, sem saber se nossa idéia iria dar certo ou não”, comenta Marcelo.“Mas como somos empreendedores natos, acreditamos na idéia, focamos nossos pensamentos no sucesso, abandonamos nossos sólidos empregos e hoje estamos muito felizes, realizados e orgulhosos”, declara o casal. Logo no primeiro ano, felizes com o resultado, Marcelo e Carolina decidiram adquirir uma outra cachorra, a Mel, uma Yorkshire, que hoje tem 2 anos e adora passear por aí de fraldinha e virou modelo da marca.

Nos últimos dois anos, a empresa lançou mais 3 produtos revolucionários para o mercado pet, que são os tapetes higiênicos, o Dog’s Care Box e as fraldas para machos. E foi ainda mais longe: criou o primeiro Fraldário Itinerante para cães do Brasil, que circula pelas principais cidades brasileiras divulgando o produto e conscientizando a população sobre os males causados por xixi e cocô nas calçadas e praças do país.

O casal declara ainda que a estrada é longa e que a empresa já se solidificou sua base e já é conhecida e bem vista no segmento pet, mas ainda tem muito mais espaço para crescer e muito investimento para ser feito. A Dog's Care já está em negociação para exportar seus produtos para os EUA, Canadá, Argentina e países da Europa.
Cynthia, proprietária de uma cachorra da raça lhasa apso, cliente da Dog’s Care desde o começo, viu na fralda a solução para suas incessantes viagens e passeios. "Senti uma certa liberdade em saber que poderia viajar com ela tranquilamente no carro, sem o medo de que a Hunny voltasse a sujar o carro como antes e também poder aproveitar ao máximo meus passeios com ela pelo shopping center", comenta. Outra cliente assídua dos produtos Dog’s Care, Selma, mãe de um lindo poodle, o Schumacher, encontrou na fralda a solução para seu problema de demarcação de território. “Moramos em apartamento e o Schumi já estragou geladeira, fogão, sofá e não sabíamos mais o que fazer... Hoje ele passa o dia todo de fralda e ai de quem tentar tirar a fraldinha dele!!! Ele rosna mesmo!!! Deve ser porque hoje ele não tom mais bronca como antes”, comenta.
A Dog’s Care tem como principal objetivo, introduzir no Brasil, uma cultura de conscientização ambiental e de higiene, bastante difundida já em vários países da Europa, Japão e EUA. Neste países, é comum se ver nos parques ou locais públicos, cachorros usando fraldas, já que seus donos se preocupam com a limpeza da cidade e a saúde da população.

Mais informações através do site: http://www.dogscare.net/
 

domingo, 19 de abril de 2009

CACHORRO QUE COME FEZES sofre de COPROFAGIA


Coprofagia é um nome feio, mas o hábito é ainda pior...Para quem não sabe COPROFAGIA é o nome científico que se dá para o ato de comer as fezes (as próprias ou de outros animais). Convidamos você a ler esta mensagem, não só para conhecer mais sobre este comportamento que é muito comum em nossos amigos peludos, mas também para ver os benefícios que o novo produto da BitCão traz até para os cachorros saudáveis.

Organnact Pet Probiótico - Anti-Coprofágico COPROVET

A novidade é o COPROVET, o único tratamento anti-coprofágico do Brasil, desenvolvido pelo Laboratório Coveli e tem o mesmo princípio ativo do ANTI-COPROFÁGICO DETER - produto importado com exclusividade pela BitCão por muitos anos, com grande aceitação e resultados do mercado internacional. O fato do COPROVET ser fabricado no Brasil é uma vantagem a mais para os clientes da BitCão, pois podemos garantir o estoque regular do produto e ainda oferecer um preço mais em conta para nossos clientes.
Para facilitar o tratamento do seu cão a BitCão oferece, com preço especial, o conjunto de 60 comprimidos – suficiente para o tratamento por 4 semanas de um cão com até 10 quilos de peso -, e o conjunto de 120 comprimidos – suficiente para o tratamento por 4 semanas de um cão de 11 até 20 quilos de peso.
Se for necessário você também pode adquirir caixa com 20 comprimidos para fazer a manutenção ou para ajustar a dosagem necessária de acordo com o peso do seu cão.
Mas primeiro vamos entender por que os peludos apreciam esta atividade gastronômica tão desagradável.
Embora o ato de comer as próprias fezes, ou de outros animais, nos pareça totalmente nojento, para os cães esta não é uma atitude “escandalosa”.
Claro que isso não quer dizer que todos os cachorros estão pensando em servir canapés de “patê du cocô” para os convidados caninos, mas com certeza a cadelinha do prédio ao lado não vai deixar de namorar o seu garanhão só porque ela o viu fazendo uma “boquinha” pouco ortodoxa.
Falando sério. O ato de comer fezes deve ser tratado, mas não fique pensando que o seu cachorro é nojento ou anormal por causa disso.
Nem sempre as causas para um cachorro desenvolver o hábito de ingerir fezes são claras, ou fáceis de serem identificadas.
Um exemplo de situação natural onde o cão, ou melhor, a cadela come fezes é quando ela está com os filhotes recém nascidos. Uma boa cadela nunca vai deixar que seus filhotes fiquem num lugar sujo de fezes e urina. Como conseqüência ela vai lamber os filhotes após cada mamada, não só para estimulá-los a fazer o xixi e cocô (cachorros muito novinhos precisam de estímulos, na forma de massagens, para poder fazer xixi e cocô), como também para limpar a sujeirinha e deixar o “ninho” o mais limpo possível, evitando que o local fique contaminado.
Assim que os filhotes estiverem mais crescidinhos a cadela usará de outros meios para ensiná-los a defecar longe da área aonde eles dormem e são alimentados. Ela passará a se levantar do ninho alguns minutos antes deles estarem totalmente saciados. A procura das “mamadeiras” gostosas da mamãe os filhotes irão acompanhá-la para fora do ninho e acabarão fazendo as caquinhas (o que normalmente ocorre logo após o fim da mamada) do lado de fora, e não na cama.
Embora nesta época já não se espere que a mãe e os filhotes procurem fezes para comer, é comum que alguns filhotes continuem explorando suas fezes, para brincar com elas, ou para comê-las, por conta dos seus impulsos exploratórios. Se isso estiver ocorrendo é preciso, antes de mais nada, levar o filhote ou o cachorro adulto num veterinário para afastar qualquer possibilidade de problema nutricional.
A coprofagia em filhotes mais velhos e em cachorros adultos pode estar relacionada com problemas que interferem na absorção normal dos alimentos. Peça para o seu veterinário checar todas as possibilidades, como verminose, pancreatite, deficiência de enzimas digestivas, ou outros problemas no aparelho digestivo.
Um outro fator é alimentar. Uma dieta inadequada, pobre em fibras e/ou proteínas pode fazer com que o seu cão vá buscar estas substâncias nas fezes de um outro animal. Estudos também apontam que cachorros alimentados uma única vez no dia tendem a comer as próprias fezes mais dos que os cães alimentados duas ou mais vezes por dia. A explicação de tal relação está no fato de que alguns cachorros possuem uma dificuldade maior de absorver os nutrientes se eles forem oferecidos em uma única grande porção de alimento. Os nutrientes, nestes casos, acabam passando direto para as fezes do animal que, mais tarde, sentindo-se mal nutrido, acaba voltando nas próprias fezes para se alimentar.
É o que parece ocorrer também quando mais de um cachorro é alimentado ao mesmo tempo, muitas vezes no mesmo prato, e um cão é muito mais dominante do que o outro. O cachorro mais dominante pode até mesmo “impedir” que o cachorro mais submisso se alimente com um simples olhar. O cachorro mais submisso só irá se aproximar do prato quando o cão mais dominante permitir e estiver totalmente saciado.
Desta situação duas coisas podem acontecer:
O cachorro mais dominante come muito mais do que agüenta para não deixar que o mais submisso se alimente direito (competitividade) e acaba tento o mesmo problema que o caso descrito acima, ou seja, não consegue absorver todos os nutrientes da ração, ou;
O cachorro mais submisso passa fome e tem que recorrer às fezes do cão mais dominante para se alimentar.
Existe ainda a possibilidade de que seu cãozinho esteja “recolhendo” as fezes para não ser punido por ter feito a sujeira no lugar errado (ou lugar certo, mas ele não quer correr o risco assim mesmo).
É bastante comum que cachorros que foram punidos com freqüência, e ainda muito cedo, apresentem este tipo de comportamento. O grau necessário de severidade da punição para causar tal reação vai depender da sensibilidade individual de cada cachorro. Ou seja, nem sempre é preciso que o cachorro seja “espancado” a cada acidente para que ele passe a comer as próprias fezes.
Maus hábitos de higiene também têm sua contribuição. Filhotes que ficam presos em locais sujos podem desenvolver a habilidade de limpar a área por conta própria. Falta de atenção dos donos, tédio, solidão, medo e estresse emocional também podem deflagrar este comportamento impróprio.
Embora não exista nenhum estudo conclusivo a respeito, algumas raças de cães parecem ter uma predisposição genética para comer as próprias fezes. É o caso dos retrievers e também de alguns baixinhos como o Lhasa-Apso e o Shih-Tzu.
Se o seu cachorro já está comendo fezes por aí, ou para prevenir que este problema venha a acontecer, aí vão algumas sugestões:
Alimente o filhote, ou cão adulto pelo menos duas vezes por dia (filhotes até 6 meses vão precisar ser alimentados pelo menos 3 vezes por dia) e com uma ração de boa qualidade. Se você possuí mais de um cachorro na casa, alimente-os em pratos separados e certifique-se que todos estão tendo oportunidade de comer direitinho.
Não dê frutas, doces e outras guloseimas para seu peludo enquanto ele estiver sendo tratado para parar de comer cocô. Os “restinhos” destas gostosuras podem passar para as fezes (principalmente frutas e legumes adocicados) tornando-as ainda mais atraentes. Evite também os biscoitos caninos e outros petiscos.
Procure manter o jornal do seu filhote sempre bem limpinho e, de preferência, não deixe o filhote ver você limpando as caquinhas. Não queremos que o filhote muito inteligente resolva imitar o seu comportamento “comlurbiano”.
Não brigue com o seu filhote se ele já tiver feito o cocô ou xixi no lugar errado. Simplesmente limpe a sujeira e espere uma oportunidade para pegá-lo no ato. Se você começar a ver movimentos circulares em cima do seu tapete persa pegue o filhote no colo e leve-o imediatamente para o local permitido. Se ele já estiver no meio do xixi, ou do cocô, não espere ele acabar. Interrompa-o com um sonoro “AÍ NÃO”, pegue o bicho no colo e leve-o imediatamente para o jornal. Chegando no jornal NÃO BRIGUE com o filhote, pelo contrário faça a maior festa do mundo e se uma gotinha de xixi ou cocô cair no jornal faça ele se sentir o mais amado dos bichos.
Observe sempre que o seu cachorro for ao banheiro e crie uma rotina para distraí-lo assim que ele fizer o cocô. Acabado os negócios chame-o para um cômodo bem longe da área com o jornal e dê um brinquedinho, um casco de vaca para o totó, ou melhor ainda, um palitinho do Organnact Pet Probiótico como recompensa. Enquanto ele fica distraído roendo seu petisco, ou brincando, limpe o local rapidamente, sem deixar que o peludo veja.
Leve o seu cachorro para um check-up e se for preciso faça um exame de fezes no totó, conforme a orientação do seu veterinário. Mantenha seu bichinho livre de vermes. Ligue antes para receber orientações de como coletar as fezes e como armazená-las de forma correta para que o exame seja o mais preciso possível.
Se o seu veterinário prescrever um remédio de vermes lembre-se que é muito importante seguir a risca as orientações dadas por ele. Administre o remédio na dose correta e nos dias exatos para não perder o ciclo dos parasitas.
Converse com seu veterinário, ou com o criador do seu cachorrinho para considerar uma mudança na ração do seu peludo. Aparentemente algumas rações deixam as fezes mais atraentes do que outras.
Reserve uma parte do dia para dar atenção e exercitar especialmente o peludo. Cachorros que são deixados muito tempo sozinhos (mais de 4 horas seguidas), ou confinados em locais pequenos e com poucos brinquedos, tendem a comer mais fezes do que aqueles que são exercitados regularmente ou que recebem mais atenção de seus donos.
Além destas mudanças na rotina do seu peludo, que são extremamente importantes, você pode contar com o COPROVET (para coprofagia de origem comportamental) e com o Organnact Pet Probiótico (para coprofagia de origem metabólica) para ajudar ao seu cão a superar este comportamento ainda mais rápido.


ANTI-COPROFÁGICO COPROVET
Como vimos na explicação sobre coprofagia, existem aqueles cachorrinhos que comem cocô por puro tédio, ou para manter o local limpo e sem vestígios para evitar broncas e punições. Alguns até nem chegam a comer todo o cocô, mas brincam com eles e carregam pedacinhos na boca.
Quando não há dúvidas de que o problema está relacionado com o metabolismo do peludo, o COPROVET pode ser a solução para acabar com este comportamento indesejado. Ele é composto de ingredientes naturais que deixam as fezes com um sabor e odor nada atraentes para o cão.
Ele é mais eficaz do que soluções caseiras como, por exemplo, colocar pimenta em cima das fezes, pois como ele é ingerido e processado pelo cachorro você não vai precisar ficar vigiando cada ida ao banheiro do seu cão para colocar a pimenta.
Segundo o fabricante, testes realizados por empresas independentes mostraram que o COPROVET é eficaz em acabar com a coprofagia em 95% dos casos cuja origem é comportamental.
IMPORTANTE: se o seu cão come as fezes de outro cão da casa você deve dar o COPROVET para cão cujas fezes estão sendo ingeridas. Se o seu cão come fezes do gato você pode dar o COPROVET para o bichano seguindo as doses da embalagem. A taxa de sucesso com os gatinhos é de 50%, então não custa nada também manter a caixa sanitária em um local alto, onde o cão não tenha acesso, ou usar uma com tampa.


ORGANNACT PET PROBIÓTICO
O Organnact Pet Probiótico é um complemento importante no tratamento da coprofagia, principalmente quando o proprietário tem dúvidas se o ato do peludo comer o próprio cocô tem alguma relação com a má absorção dos nutrientes contidos na ração, ou quando o Anti-Coprofágico COPROVET sozinho não está dando o resultado desejado.
É um produto totalmente natural, formulado a base de leveduras provenientes de hortaliças e leguminosas desidratadas, que contribuem para a manutenção da saúde intestinal do cão, otimizando o aproveitamento dos nutrientes contidos na sua alimentação. Além disso, é rico em fibras e vitaminas do complexo B.
A combinação de uma alimentação saudável de qualidade, como uma ração premuim, por exemplo e um complemento alimentar probiótico, que melhora a digestão e aproveitamento dos nutrientes contidos na ração, resultam em vários benefícios para a saúde do seu cão, como:
- Melhora no apetite- Melhora na pelagem- Melhora a saúde intestinal- Estimula a flora bacteriana benéfica- Estimula a não-proliferação de bactérias patogênicas (que causam doenças)- Evita diarréia ou prisão de ventre- Estimula as funções do sistema imune- Reduz a formação de gases- Reduz o volume e o odor das fezes- Ajuda no controle da coprofagia de origem metabólica
Segundo o veterinário responsável do fabricante Todos os animais podem receber os produtos ORGANNACT, pois não há contra-indicação, desde que cada produto seja utilizado conforme a indicação feita pelo laboratório, em relação à categoria animal e a dose a ser administrada.
Como se pode ver, o Organnact Pet Probiótico ajuda o cão a ficar muito mais saudável, aproveitando o que há de melhor em sua alimentação, além de ajudar a combater um hábito tão desagradável como é comer cocô.
Mas afinal, o que são Probióticos?São microrganismos que se instalam e crescem no intestino de um animal, trazendo benefícios para a saúde deste animal. Estes microrganismos trabalham em favor do hospedeiro que eles habitam, ajudando a controlar o crescimento e o desenvolvimento das “bactérias ruins” que podem causar doenças, diarréias, gases, e outros males.
A BitCão tem produtos que você nunca viu em uma Pet Shop!

O endereço é http://www.bitcao.com.br/index.php?PUID=TTK
*Matéria extraída na íntegra do site BitCão.

terça-feira, 14 de abril de 2009

PET TERAPIA E EQUOTERAPIA - beneficia seres humanos

* Fotos: Claudia Souza (Reatech 2009)
PET TERAPIA, a terapia assistida por animais, envolve serviços profissionais da área de saúde e educação que utilizam o animal como parte do trabalho e do programa de tratamento. Ter acompanhamento específico claro e dirigido é essencial para a eficiência do trabalho. Esta terapia promove ganhos na saúde física, social, emocional e estimula as funções cognitivas.
A equipe, além dos animais envolvidos, é composta por terapeutas, veterinários e adestradores.
Já foi comprovado pela ciência que pessoas afetuosas com seus animais, vivem melhor e por mais anos. Os animais caseiros, são em grande maioria, interativos com seus donos, pedindo e oferecendo carinho quando são bem tratados.
A EQUOTERAPIA utiliza o cavalo dentro de uma abordagem interdisciplinar nas áreas de educação, saúde e equitação, buscando o desenvolvimento global de pessoas com necessidades especiais.
Os programas de equoterapia são: hipoterapia, reeducação equestre, pré-esportivo e esportivo.
O método emprega o cavalo, como agente motivador para ganhos físicos e psicológicos. Esta atividade, exige a participação do corpo inteiro, contribuindo assim para a postura, equilíbrio, força muscular, conscientização do próprio corpo e coordenação motora.
A equipe de equoterapia, envolve diversos profissionais como: fisioterapeutas, psicólogos, fonoaudiólogos, pedagogos, terapeutas ocupacionais, educadores físicos, instrutores de equitação, veterinários e médicos que devem ser capacitados com cursos reconhecidos pela ANDE-BRASIL (Associação Nacional de Equoterapia).
O GATI esteve presente na Reatech 2009, com exposição de animais. Está localizada em dois endereços na zona sul da Capital de São Paulo.


Mais fotos:

Para maiores informações: http://www.lianaequoterapia.com.br/
Tel: 11 9271-9180 / 3442-3013
*
*
*
*Mural:






REPELETRON
Este é o Repelente não tóxico, que afasta eletronicamente baratas, morcegos, pernilongos, ratos, carrapatos e muito mais!
Visite o site!

MÓVEIS E ROUPAS LIVRES DOS PELOS


PET RUBBER® PET SOCIETY RETIRA FACILMENTE PÊLOS DOS ANIMAIS DE MÓVEIS E ROUPAS

Nada é mais gostoso do que um animal de estimação bem fofinho e peludinho perambulando pela casa. Antes de sair para o trabalho, um abraço nos pets é garantia de começar um dia mais relaxado. Para que não haja empecilho na hora do carinho nem preocupação com pêlos espalhados pela casa, principalmente nas famílias com criança, idosos ou alérgicos, a Pet Society importa dos Estados Unidos o Pet Rubber®, um revolucionário produto capaz de retirar pêlos de roupas, tapetes, estofamentos, edredons, móveis, entre outras superfícies.

Diferente de tudo o que está no mercado, este produto é elaborado a partir de uma borracha natural cuja camada externa de microfibras retira facilmente os pêlos da maioria das superfícies por meio de eletricidade estática. Ao contrário dos adesivos em rolinhos, Pet Rubber® pode ser reutilizado várias vezes, bastando lavar com água e sabão neutro, enxaguar e secar bem antes do próximo uso. Este produto é apresentado em dois tamanhos: pequeno e médio.
Pet Rubber® também remove poeira, linhas, pólen e cinza de cigarros. Este produto também foi testado em procedimentos pré-cirúrgicos, após a tricotomia (depilação da região a ser operada), retirando com facilidade os pêlos que ficam aderidos na pele do animal, após a cirurgia.

Informações: www.petsociety.com.br ou pelo SAC: 0800 77 22 702 .

CONVIVÊNCIA SAUDÁVEL COM ANIMAIS DE ESTIMAÇÃO

Produtos como o Soft Claws®, da Pet Society, podem melhorar o convívio social de pets com todos os membros da família e ainda preservar móveis e objetos de arranhões

A vida da gerente de relacionamento Rosana Dias mudou bastante depois que ela adotou uma gatinha, a Sapeca. Brincadeiras com motivo de afeto e alegria do animalzinho começaram a causar arranhões desagradáveis em seu corpo e até a mobília da casa ganhou marcas com as unhadas da gatinha. Seu gato mais velho, de 11 anos, também sofreu as conseqüências das unhas afiadas, resultando em problemas de infecção de pele.

Os animais de estimação fazem companhia, alegram a casa e dão afeto aos seus donos. Porém muitas pessoas com problemas de saúde como diabetes e portadores de HIV (Aids), idosos, mães com crianças pequenas e gestantes, se privam de ter animais de estimação com medo de arranhões, doenças e possíveis estragos pela casa.
A Pet Society, reconhecida no mercado por desenvolver produtos inovadores e de altíssima qualidade e performance para o segmento pet, apresenta um produto exclusivo, o Soft Claws®, composto de cápsulas feitas de material vinílico, desenvolvidas para unhas de cães e gatos, evitando os incômodos arranhões.

Com formato anatômico - diferenciado para cães e gatos, em vários tamanhos e nas cores rosa, azul e transparente - as cápsulas adaptam-se perfeitamente às unhas, permitindo o movimento normal dos dedos e patas. Sua fixação é feita com uso de um adesivo cirúrgico, que permite a manutenção por aproximadamente 60 dias em cães e 30/45 dias em gatos. A aplicação dos Soft Claws® é recomendada apenas por médicos veterinários ou profissionais de banho e tosa, uma vez que se faz necessário o corte de unhas antes da aplicação. “O Soft Claws® evita o ferimento e ajuda as pessoas a terem uma melhor relação social com os animais”, afirma a veterinária da Pet Society, Cleiser Kurashima. O produto ainda é indicado para proteger móveis, cortinas e roupas.

Caso a caso

Os diabéticos, por exemplo, por apresentarem problemas de má circulação sanguínea devem redobrar a atenção, pois um corte feito na pele demora mais tempo para cicatrizar e pode gerar feridas e inflamações graves. Só no Brasil existem 4,5 milhões de diabéticos, o que leva o país a ocupar a oitava posição com o maior número absoluto de diabéticos, segundo a OMS (Organização Mundial de Saúde).

Já os portadores de HIV acabam se privando da companhia de um animal de estimação por terem o sistema imunológico bastante sensível, deixando o corpo mais vulnerável a qualquer tipo de doença. Um arranhão pode originar doenças infecciosas, pois o machucado passa a ser a porta de entrada para essas enfermidades.

No caso de idosos, por conta do inevitável envelhecimento cutâneo, que causa perda da elasticidade e a menor produção de glândulas sebáceas e sudoríparas, a pele fica mais frágil, com menos hidratação natural e menos resistente às agressões externas. Pesquisas já demonstraram que os animais de estimação ajudam a melhorar a qualidade de vida dos idosos, facilitando o seu relacionamento social e auxiliando a saúde física e emocional.

Igualmente existe a preocupação de pais e mães com suas crianças que, ao brincar com seus pets, podem sofrer acidentes como unhadas no rosto, braços e pernas. O uso do Soft Claws® auxilia no convívio saudável com os pets mesmo em momentos mais delicados, permitindo o lazer e o companheirismo sem receios ou preocupação.

Informações: http://www.petsociety.com.br/ ou SAC 0800 77 22 702.

SEU ANIMAL É BEM TRATADO NO PET SHOP?

Um animal de estimação é como um membro da família e na hora de tomar os devidos cuidados quando ele vai para o pet shop não pode ser diferente. Itens como segurança na hora do banho e da tosa, utilização de produtos de boa qualidade, cuidado com higiene de equipamentos e do local, profissionais qualificados e acompanhamento dos processos de banho e tosa, devem ser vistos com bastante cautela, pois um descuido pode trazer problemas como machucados, problemas de pele, pulgas, pelos ressecados, entre outros.

Além disso, é extremamente importante que haja um veterinário responsável pelo pet shop. O Conselho Regional de Medicina Veterinária (CRMV) supervisiona os pet shops quanto a existência de um veterinário responsável pelo estabelecimento para responder pela qualidade dos serviços, condutas adequadas de manejo dos animais, orientação de higiene e produtos utilizados.

Segundo a Dra. Ivana Carvalho, veterinária da Pet Society, primeiro de tudo é necessário verificar as condições de higiene do local, como dejetos de animais acumulados, excesso de pelos, que podem trazer pulgas e carrapatos; higienização da mesa onde é feita a tosa, que deve ser limpa com álcool; utilização de toalhas previamente esterilizadas, observando se estas não estão encardidas; e o uso de desinfetantes e germicidas. Ivana ressalta também a importância de fazer a higienização das lâminas e a troca das mesmas antes da tosa. O dono do animal deve ainda se informar quais as condutas e que tipos de produtos são usados no pet shop e se o profissional conhece a raça a ser tratada.

Quando o pet vai para o banho é importante que o dono procure um pet shop que tenha um local onde ele possa visualizar o que está acontecendo com o animal e o tratamento que ele está recebendo. Produtos de qualidade também devem ser verificados, pois se o banho for feito com xampu inadequado, com pH muito alcalino, ou mesmo receitas caseiras, a pele do animal passará de ácida para alcalina, ocasionando problemas como dermatite, seborréia e alergias. A veterinária ainda aconselha que os donos de pets procurem saber qual a procedência dos produtos e a seriedade e tradição das marcas de produtos utilizados durante o banho.

Para o serviço ser tranqüilo e de qualidade, o esteticista Willian Galharde, do Pet Center Marginal, de São Paulo, pede para o dono ter atenção também ao algodão parafinado (hidrófobo), que deve ser colocado nos ouvidos do animal para impedir que a água entre em contato, evitando assim problemas de otite. “O dono deve procurar sempre o mesmo esteticista para realizar o banho, pois ambos se acostumam e se educam, criando assim uma afinidade entre eles. Para ficar calmo na hora do banho o animal precisa de adaptação e de uma rotina”, completa Galharde.

De acordo com o esteticista, quando não for possível o pet realizar o banho com o profissional que já está acostumado, o dono deve procurar por outro que tenha a mesma técnica de trabalho. Alguns lugares treinam equipes para atender a diferentes tipos de animais. “O bom trabalho é aquele realizado em equipe, com profissionalismo, boas técnicas e produtos de qualidade. É um conjunto de todas essas coisas”, diz Willian Galharde.

A Pet Society, empresa líder especializada em produtos para higiene, embelezamento e saúde animal, uma das marcas mais procuradas por pet shops, é reconhecida no mercado por desenvolver produtos inovadores e de altíssima qualidade e performance. Além disso, há a preocupação com o bem-estar dos animais, visto nas pesquisas realizadas para o desenvolvimento de produtos. Entre os profissionais nos pet shops a marca é referência de garantia e qualidade.

A empresa conta com produtos específicos como a linha de xampus, o Neutro, que mantém as características naturais do pelo; Neutralizador de Odores, com ativos que captam os maus odores; Pelos Oleosos, que normaliza a condição do pelo, sem ressecá-lo; Filhotes e Pele Sensível, com formulação suave, isenta de corantes e perfumes; Pelos Claros, com ativos que evitam o amarelamento dos pelos e formação de manchas; Pelos Dourados, com ativos que realçam o dourado natural dos pelos; e Pelos Escuros, com ingredientes que acentuam a cor escura e evitam que os pelos fiquem avermelhados devido à exposição ao sol.

Os pet shops que elegeram a Pet Society para cuidar dos seus pets clientes contam ainda com uma extensa e especializada linha de produtos como condicionadores, restauradores de cor, mousse e fluído desembaraçador, mechas coloridas, corretivo para os olhos; a linha pet SPA, com ofurô, cristais de banho; e com produtos especiais, como o Oil Redux System®, que remove a oleosidade excessiva localizada na pelagem de cães e gatos, o Hydra-T®, alta tecnologia em hidratação de pele e pelagem; o Stress Away®, indicado para minimizar os efeitos do estresse nos animais; Bitter Max®, produto amargo que inibe ações de lambedura e mordedura; Eye Clean Up®, solução de limpeza para regiões dos olhos, focinhos e dobras de pele; e o Magic Crystal®, spray finalizador de brilho. A ampla linha de produtos da empresa, voltados para cães e gatos, pode ser encontrada nos melhores pet shops do Brasil.

Informações: www.petsociety.com.br ou SAC 0800 77 22 702.
*
*
*
*
Mural:

REPELETRON
Este é o Repelente não tóxico, que afasta eletronicamente baratas, morcegos, pernilongos, ratos, carrapatos e muito mais!
Visite o site!

quinta-feira, 9 de abril de 2009

ANIMAIS ABANDONADOS ganham o apoio do músico LUCAS LIMA e PEDIGREE

Música criada para o programa da PEDIGREE® sensibiliza e mobiliza para a causa dos cachorros abandonados
O programa Adotar é tudo de bom acaba de conquistar mais um aliado, a música. Mobilizado e sensibilizado pela a causa dos cachorros abandonados, o músico Lucas Lima criou uma trilha sonora para a campanha da PEDIGREE®, que visa encontrar um lar para mais de 100 mil cães nos próximos quatro anos.


"Eles me chamaram com a ideia para fazer uma trilha que seria utilizada em um para educar as pessoas sobre a campanha. Topei na hora, pois, além de ser ‘cachorreiro’, adoro qualquer tipo de trabalho com música. Gostei demais de participar desta campanha e acho que o resultado final ficou muito bonito, vale conferir", convida o músico Lucas Lima.

A música de Lucas Lima é mais um importante canal de mobilização populacional para o programa Adotar é tudo de bom. A campanha, que teve início no final de 2008, já conseguiu encontrar um novo lar para mais de 2 mil cachorros.
"A música é de uma sensibilidade incrível e consegue dar o tom da nossa campanha, sendo mais uma ferramenta na conscientização e mobilização populacional para a causa", explica Cynthia Schoenardie, gerente responsável pelo programa Adotar é tudo de bom.
Com o objetivo de mudar a realidade dos mais de 20 milhões de cães que vivem nas ruas de todo o Brasil, o Adotar é tudo de bom é uma iniciativa global da PEDIGREE® que foca seu trabalho na sensibilização, conscientização e mobilização da população para a causa e a educação sobre a posse/guarda responsável.
O programa ainda atua diretamente no apoio a abrigos que resgatam cães e promovem a adoção consciente. Para todo produto PEDIGREE® vendido, a empresa se compromete a fazer uma doação para ajudar as instituições de cães participantes da campanha. A meta é doar até R$ 1 milhão nos primeiros 12 meses. As doações valerão para todo produto PEDIGREE® comercializado até o dia 31 de outubro 2009.
Confira o novo vídeo motivacional da campanha com a trilha musical de Lucas Lima aqui:

MARS Brasil
A Mars Brasil é uma divisão da Mars, Incorporated, uma das maiores fabricantes de alimentos do mundo. Com aproximadamente R$ 600 milhões em vendas anuais, as divisões de alimentos, chocolates e confeitos e produtos para animais de estimação são símbolos de excelência para produtos de alta qualidade. Sediada em Guararema, SP, a Mars Brasil conta com mais de 1.300 associados em cinco unidades, incluindo três fábricas. A empresa é proprietária de algumas das marcas mais populares do mundo, incluindo M&M’S®, SNICKERS®, TWIX®, UNCLE BEN’S® e os produtos para animais de estimação PEDIGREE® e WHISKAS®.
*
*
*LVBA*
*
*
*
Mural:

Camisetas Transfer